Ruivas, Louras & Morenas

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Há nomes que enganam. Este é um deles. A bebida não tem nada de mortífero. A não ser que os seus criadores se quisessem referir à fatal sedução que ela exerce sobre quem a encontra.
Não vai a minha predilecção para as cervejas com sabores, mas tenho que confessar a minha relação excelente com esta. O colarinho é generoso e ligeiramente rosado e dura, dura, dura…A cor, um rubi extraordinário que lhe é fornecido pela framboesa que lhe está na génese, merece ser contemplada plácida e indolentemente estirado numa espreguiçadeira à beira-mar. Vale a pena ver aquele exuberante líquido à contra luz, vivo , colorido, efervescente.
Depois, é uma bebida exemplar, agrada a homens e mulheres de igual forma. Desenganem-se os machões com tendência para a olhar com desdém: esta cerveja tem pouco de doce, apesar do “fundo” frutado.
Mas como não há bela sem senão, trata-se de uma cerveja “gulosa“ , daquelas que “atrás duma, apetece logo outra “, o que pode ser fatal - lá está mais uma das razões plausíveis para o nome - uma vez que os 4,2º de TA, não são desprezíveis, nem o bebedor que sinta a compulsão de enveredar por esse caminho deverá deixar de os ter em conta.
A Mort Subite Extreme, produto do grande grupo Alken-Maes - o mesmo que distribui a Grimbergen - , é uma Lambic que merece atenção. Principalmente nas tardes de verão intenso que se aproximam, pois que se deve beber bem fresca.


**********


Etiquetas:

 
posted by Vic at 6/01/2007 07:27:00 da tarde |


4 Comments:


At 3 de junho de 2007 às 07:08, Blogger André Santiago de Araujo

Essas cervejas Lambic, são demais. Tomei a Lieffmans Kriek a algum tempo, e posso dizer que é algo sem igual. Por aqui no Brasil sempre surge um ser com alguma mistura entre cerveja e algo mais, mas sempre sem sucesso. O ultimo foi um tal de 'Draft Wine' com a fantastica mistura de vinho com cerveja(?) imagina a beleza. Sem contar no 'Pingo Beer' que foi aa maravilhosa invençao de um corante que com algumas gotas você transforma sua cerveja clara em escura(???). Por sorte temos pessoas por aqui que se preocupam com a cultura cervejeira.

Abraços

André Santiago

 

At 12 de junho de 2007 às 10:16, Blogger VdeAlmeida

André,
Também gosto, embora cá por casa não seja geralmente eu a bebê-las. Mas são realmente muito agradáveis.
E sobre experiências estranhas com cerveja...por ca também se fazem algumas
Abraço

 

At 5 de dezembro de 2008 às 14:56, Blogger Douglas Runner

BOA Tarde onde eu encontro essa CERVEJA morte sbit aqui em são paulo?

 

At 5 de dezembro de 2008 às 14:57, Blogger Douglas Runner

douglaswg@hotmail.com
onde encontrar cerveja Morte subita!