Ruivas, Louras & Morenas

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008
Além das inevitáveis discotecas e livrarias, dois dos “vícios”, procuro encontrar nos destinos a que me desloco, lojas que vendam cerveja, e onde possa encontrar esta ou aquela raridade que por cá, nem cheirar.
E Amsterdam é sem dúvida, um dos locais que nunca deixará o “amador cervejeiro” de mãos a abanar.
A primeira destas lojas que visitei, foi a Cracked Kettle, um verdadeiro santuário cervejeiro, pertença de apaixonados pela divina bebida. Já tinha travado conhecimento com os donos, nomeadamente a dona, que tinha, há anos, estudado em Lisboa durante uns tempos dilatados. A lojinha - é uma pequena área, dividida em dois espaços desnivelados, e ambos superlotados pelas mais variadas e valiosas marcas de cervejas e copos em número considerável - que fica precisamente em frente ao Golem, de que já aqui falei, e à porta, bem estacionada, uma bicicleta destinada a entregas ao domicílio, cujo “cesto” da frente é…uma grade de Trappist Westvleteren. Melhor cartão de visita e convite à entrada poderia haver.
Gerido por gente simpática, tem, como disse, uma carta de cervejas invejáveis, não só as inevitáveis holandesas e belgas, mas também muitas das mais procuradas inglesas e mesmo escandinavas (as excelentes Nogne tinham lugar de destaque). E os preços, se exceptuarmos as Westvleteren, não são nada proibitivos. Mas se a variedade é um ponto forte, a simpatia demonstrada pelo pessoal, o seu interesse em informar o “passante”, foi o que realmente mais me impressionou. Nenhuma pergunta ficou sem resposta, e a conversa prolongou-se agradavelmente, dando-se graças por não haver mais clientes com quem dividir as atenções.

Como previa que, apesar de tudo, encontraria as Westvleteren a preços mais acessíveis na Bélgica, resumi as minhas compras a duas garrafas de 0,75cl, uma de Aardmonik e outra de Pannepot, ambas da cervejeira Struise, uma das mais notáveis da actualidade, e de que aqui falarei um dia destes.
A quem interesse, a Cracked Kettle, tem um belo site onde apresenta as novidades e faz vendas on-line em http://crackedkettle.nl/store/

 
posted by Vic at 2/11/2008 05:10:00 da tarde |


2 Comments:


At 12 de fevereiro de 2008 às 21:44, Blogger JC

Uma coisa parece ser bem certa: sai bem mais barato ser um entusiasta da cerveja do que um enófilo incorrigível. Corrija-me se estiver errado.
Abraço
JC

 

At 21 de fevereiro de 2008 às 15:24, Blogger VdeAlmeida

Caro JC

É verdade, o que refere.
Por isso se torna menos compreensível algumas pessoas acharem cara uma cervea de 2 euros e pouco - a Chimay Bleuu, por exemplo, uma grande cerveja - e acharem barato qualquer vinho, tinto ou branco, a 5 euros, mesmo que, na maior parte dos casos seja uma surrapa intragável
Abraço