Ruivas, Louras & Morenas

terça-feira, 29 de abril de 2008
O texto hoje é breve, embora pense em alongar-me lá mais para o fim do dia ou amanhã, com o encerramento do capítulo dedicado às Ale.
Então que venho fazer? Pois bem, o companheiro asturiano Chela, emérito editor do excelente Sursum&Corda e confrade do não menos referenciável sítio da Compañia Asturiana Amigos de la Cerveza
mais uma vez me "provocou", apelidando-me de pro-belga, nesta coisa das cervejas, acrescentando desta vez, que descrimino as Ale Inglesas, ao não publicar sequer uma imagem das mesmas.
Pois bem, para provar que tal anda longe da realidade, aqui deixo duas imagens de algumas das belas cervejas oriundas da velha Albion que tenho na minha bieroteca(?), e das quais sou fã incondicional.
Faça-se então prova provada através das fotos, que nada me move contra as cervejas inglesas, antes pelo contrário.
Espero que desta vez seja do teu agrado, amigo Chela.

Etiquetas:

 
posted by Vic at 4/29/2008 11:44:00 da manhã |


7 Comments:


At 29 de abril de 2008 às 20:50, Blogger Tan

Que bom que as provocações funcionam. Assim podemos conhecer um pouco mais da sua "Bieroteca".
Abraço.

 

At 29 de abril de 2008 às 20:51, Blogger Chela

Como una imagen vale más que mil palabras sólo puedo decirte GRAAAANDE!!!!

P.S- Y muito, muito obrigado pelas boas palavras para o meu e o nosso blog.

 

At 29 de abril de 2008 às 21:01, Blogger Chela

Una de las cosas que más me gusta de tu blog y no es "flattery" son los juegos de palabras que haces para titular tus posts. Otro la gran cantidad de estílos y países que tocas y que expones.

Dicho esto tengo que decirte que no era una provocación, era una realidad jejejejejejejejeje.
Pero has visto el montón de strong ale que tienes en tu bieroteca jejejeje

En serio, Pedigree me parece una estupenda cerveza, imposible por ahora de encontrar de barril en la península pero que al estar bottled conditioned conserva unas frescura envidiable. La Old empire es un buen ejemplo de IPA pero creo que le falta un punto de alcohol para acabar de redondearla


Thomas Hardy es increíble, un conjunto de sabores y aromas sólo superados para mi gusto por la Strong Suffolk Vintage.

Desconozco la 1698 aunque veo que es de Sheperd Neame una notable cervecera cuyas otras me gustaron bastante

Y por último esa Fuller's Vintage, el gran objetivo de este año, estoy detrás de ella para probarla porque las referencias son muy buenas.¿Qué me dices al respecto?

Gran Selección si señor

Haya salud amigo

 

At 29 de abril de 2008 às 23:51, Blogger rodrigo

heheh "bieroteca"... gostei, vou usar também.
Ótima coleção de cervejas.
Abraços

 

At 2 de maio de 2008 às 14:08, Blogger VdeAlmeida

Eheheh! Pois, desta vez isso foi verdade, Tan
Abraço

 

At 2 de maio de 2008 às 14:19, Blogger VdeAlmeida

Amigo Chela

As palavras são mais que merecidas.
Aprecio muito que gostes da maneira como apresento as coisas no blog. Dá-me prazer fazê-lo, mas faço-o sobretudo porque a cerveja não tem grande tradição em Portugal, e eu gostava de contribuir, mesmo que numa parte muuuuito pequena para mudar isso.
Quem ler isto, se calhar discorda, e diz que por cá toda a gente bebe cerveja. E é verdade. Muita gente bebe. Mas pouca gente aprecia. Bebe-se muita mini, mas ao bebedor é, na maior parte indiferente o que bebe.
As cervejas da Marston's são razoáveis, sim, mas as de Shepherd Neame são superiores. A melhor, a 1696.
Quanto á Thomas Hardy, é realmente uma grande cerveja. E a Fuller's Vintage Ale também. Se procurares uns posts atrás no meu blog, vais encontrar a minha opinião sobre ela. Um espectáculo

Abraço

 

At 2 de maio de 2008 às 14:20, Blogger VdeAlmeida

Rodrigo

Essa saiu-me há um tempo e agradou-me, de maneira que a adoptei, eheheh

Abraço