Ruivas, Louras & Morenas

sábado, 14 de junho de 2008
Mas na verdade, não se pode dizer que não fui um bocadinho arrojado, pois que me aventurei por terras de España em plena “huelga” dos transportadores e apanhei-lhe a fase mais “feroz” a meio caminho de Barcelona, correndo o risco de ficar sem carburante para voltar.
Mas a vontade de rever a cidade de Gaudi foi mais forte, e para ser sincero, não me estava a agradar desistir do “programa” planeado, mesmo em plena viagem.

Ora a teimosia compensou, porque a desavença entre os camionistas e o governo resolveu-se em tempo e regressei sem problemas. São e salvo, com memórias boas e também, como é óbvio, algumas
cervejas que por aqui não se encontram com facilidade.
Levava na agenda, para além das visitas normais nestas viagens - o Parque Guell é obrigatório e imperdível - umas fugidas a alguns sítios que me haviam sido indicados, mas não consegui acorrer a todos, uma vez que, se por um lado o tempo não estica, por outro, alguns desses locais só eram acessíveis de carro, e, além do trânsito em Barcelona ser intenso, a altura não era muito favorável a conduções, por razões óbvias.
Mas penso que os que me interessavam mais, foram visitados.
Comecei pelo célebre El Flabiol, e o prazer acrescido de ter conhecido o anfitrião, o simpático Jordi, e de que falarei mais tarde com o relevo merecido, e deixando de parte sítios menos interessantes, visitei ainda a excelente La Maison Belge, onde as cervejeiras belgas estão excelentemente representadas, e ainda a Cerveteca, um local que qualquer amante da boa cerveja de visita a Barcelona não deve perder, até porque a oferta muito diversificada é invejável.
É evidente que nestes sítios, é quase sempre garantido a atenção dos anfitriões e a sua capacidade de nos indicar os melhores produtos, mas fiquei muito especialmente agradado pela forma como fui atendido na La Maison Belge.


De lá, além de algumas cervejas que espero correspondam às expectativas, trouxe a bela notícia de que a empresa irá abrir brevemente um franchising em Cádiz, aqui mesmo ao lado do nosso Algarve.
Álém do mais, vim de Barcelona cheio de vontade de voltar


Etiquetas: , , ,

 
posted by Vic at 6/14/2008 07:50:00 da tarde |


4 Comments:


At 15 de junho de 2008 às 00:01, Blogger Chela

Este comentário foi removido pelo autor.

 

At 15 de junho de 2008 às 00:03, Blogger Chela

Grande O Parc Güell e grande Barcelona. la Huelga más que de los trasportistas fue de los empresarios( con la consiguiente violación de derechos, manipulación , etc...) pero por fortuna ya llega a su fin.

Se que disfrutaste del Flabiol,porque es un sitio de verdad, muy muy interesante.

Las dos tiendas son muy buenas y tienen un concepto de negocio que me encanta. Espero que se reproduzca por toda España y por todo Portugal jejjeejejee. Estoy ansioso por ver tu reportaje sobre la cerveza No-belga que llevaste de Barcelona a Portugal jejejjeejjejejejeje. Haya Salud

P.S-Me gustaría hacerte llegar una publicación española sobre cerveza que acaba de editarse en España.¿Cómo hago?. Te escribo al mail y te cuento.Un Abrazo grande.

 

At 15 de junho de 2008 às 00:19, Blogger CAAC

AAAH Y UNA COSA que se me olvidaba: ya viste que la celebración de los 100 artículos la hice con DUVEL, jejejejje Una de mis favoritas EVER. Así que no me puedes llamar AntiBelga jejejejejejejje.Y hoy en mi dieta incluí Blanche de Namur como cerveza para empezar la tarde y aplacar la sed.Bien es verdad que después vinieron Pilsner Urquell, Frankenheim(er) Alt y dos buenos litros de John Bull premium bitter jejejejejejej pero eso es otra historia.
Haya Salud

 

At 15 de junho de 2008 às 12:40, Blogger VdeAlmeida

Amigo Chela

Na verdade, Barcelona cada vez está...como direi? barcelonesa, eheheh. Bela, bela.
Quanto áo Flabiol, hei-de contar as minhas impressões por aqui. Sobre as duas lojas, só te digo que me encantaram, e já sei que a La Maison Belge vai ter "franquícias" em algumas ouutras cidades espanholas.
O mesmo devia acontecer com a Cerveteca, que achei espectacuular, especialmente devido ao tipo de oferta de cervejas que tem: muitas stout e imperial stout, várias biéres de garde, várias americanas e inglesas...enfim, uma pena não poder trazer de todas, ehehehe.

Vou então esperar essas novidades na minha caixa de mail. Espero que sejam boas notícias.
Abraço!

P.S.- Ao poucos lá te vais convertendo às belgas, eheheh