Ruivas, Louras & Morenas

quarta-feira, 28 de maio de 2008
Há alturas em que um pequeno descanso é bem vindo, daí o interregno de alguns dias na postura de opiniões aqui por este cantinho. Assim descansamos todos: eu e os que me fazem o gosto de me ir acompanhando.
Entretanto, foi levado a cabo o 1º Concurso de Cervejas Caseiras, que pelo que li no local devido correu muito bem. Especialmente para o nosso amigo Edson que arrecadou dois prémios, sendo um deles o 1º lugar na categoria Stout, o que o deve ter deixado imensamente orgulhoso. É que para um principiante como ele se intitula, não é coisa de somenos. Parabéns, Edson!
Claro que os meus parabéns se estendem a todos os amadores cervejeiros participantes, que provaram que as coisas por cá afinal vão mexendo, e que há bons motivos para ter esperança numa evolução no panorama cervejeiro nacional.
Já agora, uma felicitação muito especial ao Bruno e ao Fernando, os grandes impulsionadores desta iniciativa, à qual, com muita pena minha, me não foi possível comparecer. Talvez para a próxima…
Agora, “a Cerveja do dia”. Chamo-lhe divertida, porque a sua “imagem” remete-nos para a nossa alegre meninice e aos contos infantis, uma vez que a imagem de marca da Cervejeira é um anão, ou gnomo, ou…qualquer daqueles seres da floresta, enfim. Se fossem azuis, até podiam ser strumpfes. Pois eles estão presentes nas garrafas da cerveja, nos copos, e deduz-se que alguma mãozinha deles tenha estado presente na feitura da bendita bebida.
Na verdade, e no caso em apreço trata-se de um Scotch Ale, o trabalho é excelente e o resultado é uma cerveja muito escura com raios rubi à contra-luz, e uma espuma intensa e extensa, pelo que o copo em forma de túlipa é, sem dúvida, o mais adequado ao uso.
Dos aromas e sabores, direi que se trata, para os meus olfacto e palato, de uuma cerveja excelentemente estruturada, com odores a frutos silvestres caramelizados e especiarias. Sabores complexos e adocicados. Outra vez as frutas selvagens e os caramelos. Belgas, claro, aquele sabor entre o chocolate e o café com leite. A gaseificação torna a bebida suave, de um beber facílimo, e os 8% de Abv são quase imperceptíveis.
É, portanto, uma cerveja muito equilibrada, muito agradável, com a vantagem de ter aquela qualidade que a aconselha tanto a dias estivais, como para os Invernos mais rigorosos.
Uma nota final para referir que esta cerveja é bastante comum em alguns dos nossos supermercados, e o seu preço - pouco mais de 4€ por uma garrafa de 0,75l - sendo bastante moderado, aponta-a como sendo uma boa aposta para o principiante que se quiser abalançar em aventuras diversas das vulgares lagers inodoras e insípidas.


Cervejeira: Brasserie D‘Achouffe, Bélgica
Vol/Alc: 8% Abv
Ano: 2007
Tipo: Belgian Strong Dark Ale
Copo: Tulip



Etiquetas: ,

 
posted by Vic at 5/28/2008 11:06:00 da manhã |


6 Comments:


At 28 de maio de 2008 às 16:25, Blogger Rodrigo

Olá V de Almeida,
Dá até inveja de saber que vocês podem contar com cervejas de tão boa qualidade em supermercados e com preços tão baixos, e não moderados como você qualificou.
Aqui no Brasil, o acesso a essas cervejas não é tão fácil, e o preço, pasmem, pode chegar até os 100 reais por uma garrafa, até mais depedendendo da cerveja. A Deus pode ser encontrada por até 300 reais. Se considerarmos a cotação entre Real e Euro é de 1Euro = 2,65 Reais aproximadamente, você poderá ter uma idéia de como elas podem sair caro por aqui e o quanto são baratas por aí, pelo menos ao meu ver.
Um abraço. Adoro seu blog e o acompanho sempre.

Rodrigo Campos
Fortaleza -Ce Brasil

 

At 29 de maio de 2008 às 10:33, Blogger Chela

Mis felicitaciones también para todos los participantes y organizadores del primer encuentro de cerveceros caseros de Portugal, espero que se celebren muchos más.

D'Achouffe es una cervecera que siempre me gustó mucho.Su valentía al hacer productos innovadores y naturales y su gran calidad me encanta. La Chouffé es una cerveza fantástica y la Mac es genial, con ese punto de tradición scottish pero dandole el aire belga impulsador que la hace tan completa.

Por cierto la chica de belgian beers, de la cual tienes enlace, ha hecho un post en el que pide a la gente que mencione sus 10 cervezas belgas favoritas. Yo ya he puesto mi lista, a ver que te parece. Para ti será un poco dificil nombrar sólo diez jejejejejejejejejeje.
Un abrazo amigo, y sigue deleitandonos con tu estupendo blog, no me canso de decirlo. Haya salud



P.S.- No entiendas este comentario como que me estoy volviendo probelga eh??? hehehehehehehehehhee
Es una cuestión de calidad, y para mi la calidad no entiende de fronteras.

 

At 30 de maio de 2008 às 15:30, Blogger rodrigo

McChouffe. Faz uns 2 anos que tomei essa cerveja, e achei muito boa. Bastante aromática. Infelizmente, é um pouco difícil de se encotrar por aqui. Além de, quando é encontrada, ser bastante cara para os padrões brasileiros, como disse meu xará.
abraço

 

At 4 de junho de 2008 às 12:16, Blogger VdeAlmeida

rodrigo

Lamento o atraso da resposta, mas estive ausente e só agora o posso fazer.
Em primeiro lugar, um agradecimento sentido pela preferência,
Agora a explicação sobre o termo "moderado": por cá, uma cerveja nacional comprado num supermercado, custa menos de 50 cêntimos, o que dá + ou - 1,50/2€ por litro. Por outro lado, somos na essência um país de vinho, e já se encontram bons vinhos a 3 € o litro (ainda há pouco tempo, um vinho nacional vendido a esse preço, foi considerado o melhor do mundo no seu segmento).
Ora a maior parte das cervejas estrangeiras vendidas em garrafas de 0,75l custam mais de 6/7€, o que perfaz + ou - 8€ por litro.
Face ao que digo, lógico será que posto perante uma cerveja a 8€ e um vinho a 3€, o português "tipo" escolherá o vinho. Daí ter dito que um preço de 4€ já será mais concorrencial, digamos.
Mas verifico que, sem dúvida, as cervejas europeias chegam aí mesmo muito caras.
Por cá, a mais cara que vi á venda, foi a DeuS (pouuco mais de 20€) e a Gordon's Premium, que vinha num pack com 2 copos, ao preço de 29,5€.

Abração

 

At 4 de junho de 2008 às 12:18, Blogger VdeAlmeida

Amigo Chela,

Tenho andado arredado destas lides, e só volto hoje muito de fugida. E para a semana lá estarei por Barcelona
Espero não encontrar mau tempo, mas sim algumas novidades, especialmente no El Flabiol, ehehehe

grande abraço

 

At 4 de junho de 2008 às 12:19, Blogger VdeAlmeida

Rodrigo

É mesmo muito boa, e por cá, felizmente há quase sempre e em vários supermercados.

Abraço